Mais Vendidos
R$ 30.00

“Viver sem conhecer o passado é andar sem destino.” Essa frase revela uma grande verdade. Contudo existe algo pior, que é conhecer o passado através da lente da classe dominante: princesas que libertam os escravos ou heróis nacionais, como o Duque de Caxias, que afogou em sangue boa parte das revoltas e revoluções do povo brasileiro e dizimou o povo paraguaio. No momento em que, no mundo todo, inicia-se a derrubada das estátuas de falsos heróis e heroínas, é o momento de conhecer os verdadeiros heróis e heroínas que resistiram por mais de 500 anos à invasão estrangeira. Heróis e heroínas que foram massacrados no maior genocídio conhecido pela humanidade. Heróis e heroínas anônimas que resistiram nos últimos 500 anos, construíram este país e recebem em troca, até hoje, exploração, humilhação e opressão. Neste livro, derrubamos o mito de que a classe trabalhadora brasileira é fraca e covarde e, por isso, nunca fez revolução. A verdade é justamente o oposto: a burguesia sempre foi fraca, incapaz de garantir a independência do país, covarde diante do dominador estrangeiro, feroz para derrotar seu povo. Este livro, portanto, não serve apenas para conhecer o passado, mas principalmente para revolucionar o presente e forjar o futuro socialista do país e do mundo. Nazareno Godeiro

Tags:

Não disponível
Adicionar ao Carrinho

“Viver sem conhecer o passado é andar sem destino.” Essa frase revela uma grande verdade. Contudo existe algo pior, que é conhecer o passado através da lente da classe dominante: princesas que libertam os escravos ou heróis nacionais, como o Duque de Caxias, que afogou em sangue boa parte das revoltas e revoluções do povo brasileiro e dizimou o povo paraguaio. No momento em que, no mundo todo, inicia-se a derrubada das estátuas de falsos heróis e heroínas, é o momento de conhecer os verdadeiros heróis e heroínas que resistiram por mais de 500 anos à invasão estrangeira. Heróis e heroínas que foram massacrados no maior genocídio conhecido pela humanidade. Heróis e heroínas anônimas que resistiram nos últimos 500 anos, construíram este país e recebem em troca, até hoje, exploração, humilhação e opressão. Neste livro, derrubamos o mito de que a classe trabalhadora brasileira é fraca e covarde e, por isso, nunca fez revolução. A verdade é justamente o oposto: a burguesia sempre foi fraca, incapaz de garantir a independência do país, covarde diante do dominador estrangeiro, feroz para derrotar seu povo. Este livro, portanto, não serve apenas para conhecer o passado, mas principalmente para revolucionar o presente e forjar o futuro socialista do país e do mundo. Nazareno Godeiro

Autor
Colaborações Nazareno Godeiro
Tradução
Paginas
Largura 10 cm
Altura 29 cm
Espessura 30 cm
Peso 200 g